Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias Contadas

Assuntos de mãe

...sobre o eczema de pele.

É uma doença de pele muito comum nos dias de hoje. Manifesta-se de várias maneiras. As que conheço são comichão e manchas avermelhadas espalhadas pelo corpo, principalmente nas zonas mais húmidas (boca, na altura da baba e das chuchas; dobras dos joelhos e dos braços, quando são mais velhos). Tudo isto assume uma maior dimensão no Verão, devido ao calor e aos banhos de mar e de piscina. Dizem os médicos que está associado ao sistema respiratório. Lá por casa, confirma-se: ouvidos e pele são os calcanhares de Aquiles dos filhotes. Se em relação aos ouvidos há pouco que possamos fazer, em relação à pele atópica já não é bem assim. Ao longo dos últimos 7 anos tenho aprendido alguns truques relativamente simples que ajudam a reduzir os efeitos da pele seca e que resolvi partilhar por aqui na esperança que vos possam ser úteis:

#1 Banho

  • deve ser rápido e com água tépida
  • usem um gel de duche apropriado para peles secas (a este propósito vejam o ponto relativo a cremes hidratantes)

#2 Roupa

  • optem por fibras naturais, como o algodão. Evitem as fibras sintéticas
  • lavem sempre a roupa nova, antes de a vestir
  • Centrifuguem a roupa muito bem na máquina de lavar, antes de a pôr a secar
  • Não usem amaciador de roupa

#3 Cremes hidratantes

  • Existem no mercado imensos cremes para pele atópica. Arrisco-me a dizer que experimentei quase todos quando o Gonçalo era bebé. Mas, nem todos resultam da mesma forma.  O creme que nos tem acompanhado ao longo destes anos é o D'Aveia Hidratante Corporal, a par com o D'Aveia PS Emulsão de limpeza de pele seca… E fazem parte da ementa diária da higiene dos miúdos. Tratamento continuado diz a prescrição médica, e eu respeito…

#4 SOS

  • Há momentos em que o tratamento habitual não chega e somos obrigadas a tomar medidas mais drásticas. Geralmente é nesta fase que os médicos recomendam os cremes à base de corticóides. A certa altura, o dermatologista receitou algo diferente. Chama-se Protopic, não tem corticóides, custa uma fortuna, na minha opinião faz milagres, mas necessita de aconselhamento médico. Em momentos de SOS é o que eu uso.

Mas, pensando bem, estes momentos de SOS são, felizmente, cada vez menos frequentes. Os miúdos estão a crescer, têm mais defesas e os cuidados que vos falei nos pontos anteriores têm feito com que eles se vão aguentando muito, muito bem!

E, por aí? Têm outras dicas para a pele atópica?

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

About me

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D