Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias Contadas

Viagens na minha terra

Voltei às viagens na minha terra. Desta vez rumámos a sul, para dar as boas vindas à Primavera no Algarve. E aconteceu-nos um episódio delicioso logo à chegada. Estávamos numa estrada lateral, em terra batida, a caminho do nosso destino. Ao nosso lado, um acampamento de ciganos. Cá fora, a mãe dava banho a uma menina com uns 2 anitos. A parte gira é que a criança estava a tomar banho dentro de um tanque da roupa. E estava tão contente! Em pleno campo, aquecida pelo sol matinal do Algarve. 

Quando estamos longe, aguçamos o instinto maternal nos filhos dos outros. Seguimo-los com o olhar, adivinhamos a próxima brincadeira e rimo-nos com as suas travessuras, enquanto disfarçamos a trôpega falta dos nossos...

E dou por mim a pensar que devia ser proibido afastar uma mãe dos seus filhos em tão tenra idade. Já se passaram 6 meses e a saudade que estas ausências trazem, mais do que suavizar por habituação, só tende a agudizar com o passar do tempo.

Mas hoje é sexta-feira e estou a um passo do regresso. E não vejo o momento de trocar o sol quente do Algarve por aquele vosso abraço que me derrete o coração. Filhotes estou a caminho!

Empreendedorismo - as minhas dicas e o crowdfunding

Os últimos posts aqui do blogue andam muito virados para o eu, eu, eu… está na hora de pôr em prática alguns dos ensinamentos da Maria João e virar o discurso para vocês, miúdas e miúdos giros que, com paciência, me vão acompanhando por aqui.

Hoje salta da cartola mais uma dica para quem quer empreender. E, atenção, que o tema é dinheiro!

 

Recomeçar

Na vida, como em tudo, é necessário (re)começar. Muitas vezes. Todas as necessárias.

Retomei a corrida em meados do ano passado. Inicialmente com o meu companheiro de viagem e depois lá me fui aventurando sozinha. Sempre ao meu ritmo, um ritmo lento de quem sabe que continuar devagar tem mais sabor do que desistir rápido. Corri os meus primeiros 10 km e superei limites. Corri pelas mulheres e bati todos os (meus) recordes. E soube-me bem. Sempre bem. Cada dia melhor. Porque isto de correr começa por querer ter o corpo em forma, mas depressa vira terapia para a mente.

No final do ano vi-me forçada a parar. Parafraseando a Martao sacana do corpo de dor” apareceu e levou-me a melhor. É nestes momentos que a pessoa cai do alto da sua arrogância de achar que estas coisas só acontecem aos outros, e estatela-se no chão da sua condição humana. E é do caraças! Porque o que se perde em treino de corpo, ganha-se em aceleração de cabeça.

De maneira que encarei o sacana de frente. Fiz fisioterapia. Mudei (alguns) hábitos e posturas. Inclui os alongamentos na minha rotina diária. Retomei o pilates.

E agora, com o tempo de feição, está na altura de recomeçar. Porque a cabeça está cansada de tanta aceleração e o corpo está sedento de voltar aos treinos.

Boas corridas!

Os sete pecados na escrita

Camoes by HContadas

A Escrever Escrever acaba de lançar mais um curso de um dia dedicado a quem tem pouco tempo e a todos os outros, curiosos da escrita, que querem passar um bom par de horas a brincar com as palavras. O nome não podia ser mais sugestivo "os 7 pecados na escrita" e eu, pecadora assumida, lá me fui confessar.

A irmã de serviço foi a Maria João Ramos, que trabalha nas produções fictícias desde 1995 e é autora de vários sketches do Herman, e de outros projectos como Manobras de Diversão, Os Contemporâneos e Estado de Graça. E também por ali fomos intervalando a viagem às profundezas do nosso Eu escritor com momentos de humor e boa disposição.

No confessionário percorremos um a um os 7 pecados capitais e, com maior ou menor convicção, lá fomos assumindo o "mea culpa" nas prevaricações da escrita.

Quanto a mim, gosto de aprender. Há matérias que devoro com gula insaciável. Há temas aos quais me agarro com uma avareza possessiva. Há assuntos que me tocam com jeitos de ira.

Escrever é um deles. E, apesar de doloroso, é extraordinariamente compensador no momento em que toca quem nos lê ao ponto de querer partilhar connosco a sua emoção.

Digam o que pensam. Eu estou cá para vos ouvir! ♥♥♥

A-cor-dar #9 :: Dia do Pai

Reza a história que o dia do pai é comemorado a 19 de Março, seguindo a tradição da Igreja Católica, que neste dia celebra São José, marido de Maria. E, sendo esta a última sexta-feira antes do dia do pai, quis dedicar o a-cor-dar de hoje a todos os pais. Se é verdade que mãe é mãe, também é inegável que pai é pai. E, felizmente, eu tenho dois maravilhosos na minha vida: o meu Pai e o Pai dos meus filhos. E não poderia está mais de acordo em dedicar-lhes este dia, todos os dias!

A-cor-dar #9  Dia do Pai

About me

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Histórias Contadas no Bloglovin

Follow on Bloglovin

Histórias Contadas no facebook

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D