Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias Contadas

Do meu Outono #1

LottaAgatonQuote by HContadas
No domingo demos as boas vindas ao Outono com energia de Verão. Logo de manhã rumámos até ao rio para fazer desporto. A quatro. Nós a correr, os filhotes a andar de bicicleta. E percorremos a minha pista de jogging preferida. Lado a lado. Ao nosso ritmo, ao ritmo deles, pequenos e valentes ciclistas! Não houve uma queixa, não houve uma birra, só brincadeira e algum cansaço após 8 km a pedalar. 

Quando regressámos deparámo-nos com a "Vantini" estacionada ali mesmo, perto do carro. Enquanto o pai foi andando, expliquei-lhes que os gelados Santini são considerados por muitos os melhores gelados de Portugal (e do mundo, atrevo-me a dizer). De água na boca, espreitámos lá para dentro, para aquela gelataria móvel a lembrar outros tempos. Nesse instante, fomos surpreendidos:

- "Senhora, senhora! É para vocês, mas não conte a ninguem, por favor!"

Na mão do vendedor 3 colheres com gelado de morango. Não contive a surpresa e, qual criança (de 38 anos!), corri para os miúdos, radiante! Confesso que foi o melhor presente que me poderiam oferecer naquele momento. Soube tão, tão bem! A mim e a eles, que ficaram fãs. É verdade que me pediu segredo, mas também é verdade que aquele vendedor com sotaque brasileiro fez com que a Santini ganhasse 3 novos clientes. Por isso, em vez de guardar segredo, quero agradecer-lhe por ter tornado o nosso dia ainda mais especial. Isso, e por ser o responsável pelo meu Outono ter chegado com sabor a Verão. ♥

VantiniMSabido by HContadas
© Mariana Sabido

Não se esqueçam que o Histórias Contadas e a Tales in Details também querem tornar o vosso dia especial. Como? Espreitem aqui.

Imagens: 1,2

Inspiração: beliches

O post de hoje é dedicado às mães das princesas e dos piratas que partilham quartos. E, em alternativa às tradicionais camas lado a lado, proponho beliches. São versáteis, divertidos e ocupam menos espaço, pelo que são uma excelente opção! Estes pertencem à colecção da marca norte americana Restoration Hardware Baby & Child que eu adoro!

Para elas:

R&H01 by HContadas
R&H02 by HContadas
R&H03 by HContadas

R&H04 by HContadas

Para eles:

R&H05 by HContadas
R&H06 by HContadas
R&H07 by HContadas
R&H08 by HContadas

Mas, por cá existem óptimas alternativas. Deixo-vos algumas: 

 

Beliches by HContadas

Não se esqueçam que está a decorrer o Passatempo Tales in Details aqui no Histórias Contadas. E eu estou a contar com as vossas histórias de amizade ♥


Imagens: Restoration Hardware Baby & Child

Assuntos de mãe: dorme meu menino

Não sou fundamentalista. Aceito argumentos de um lado e do outro. Mas se me perguntarem o que fiz, assumo que deixei chorar. De coração na mão, começou em 1 minuto, depois 2, e nunca tive que ir além dos 5 minutos seguidos.  Felizmente, por ele e por mim, segui escrupulosamente o que vinha escrito num livro. O livro que me ajudou a ensinar o meu menino a dormir.

Passemos então à história:

Costumo dizer que só soube o que era ter um recem-nascido quando a Mariana nasceu. E, apesar de ser segunda filha, é bem verdade! Quando nasceu, o Gonçalo já era um bebezão e chorava a plenos pulmões. E chorou os primeiros dias de vida, até segunda-feira de manhã, altura em que nem eu nem o pai sabiamos mais o que fazer e resolvemos telefonar à pediatra, que estava de férias, não fosse ele ter nascido em Agosto. Receitou um ida à farmácia para comprar leite. O diagnóstico foi perfeito. Era fome. Bebezão que se preze não se fica com colostro, aquela "aguinha" que a mãe tem para oferecer antes da subida do leite. Bebeu até à última gota e dormiu 6 horas seguidas. Merecido descanso do guerreiro que, de barriguinha cheia, pôde finalmente descansar.

Talvez por (9 meses +) 5 dias seguidos de colo. Talvez por ser um menino curioso que ainda hoje acha que dormir é uma perda de tempo. A verdade é que, na tenra idade de 2 meses, ficava o dia inteiro acordado, assim o deixassem. Seguiam-se crises de cansaço extremo. Demasiados estímulos, dizem nos livros. Um dia desabafei com a pediatra que o menino tinha dificuldade em adormecer. E eu em descansar. E o bebé só está bem quando a mãe está bem... Raposa velha, retirou um livro da gaveta da secretária. Receitou-me lê-lo. Já não sei precisar tudo o que tinha escrito. Fica o relato do que registei. Normalmente as crianças têm um "objecto do sono". Que pode ser uma fralda, um boneco de peluche, ou, na maioria das vezes, a própria mãe. E cada vez que acordam, é esse objecto do sono que as transporta novamente para o mundo dos sonhos. Este livro mostra-nos como ensiná-los a escolher um objecto de sono diferente da mãe. Um que esteja sempre à mão e que lhes dê o conforto que precisam.

Na primeira noite, a mãe deve deixar o bebé na cama, com o seu objecto de sono, e ir embora para o deixar adormecer. Se o bebé chorar, deve voltar passado 1 minuto. Acalmá-lo, falar com ele, fazer-lhe mimo, mas sem nunca o tirar da cama. Depois deve deixá-lo novamente. Se continuar a chorar, voltar passados 2 minutos e seguir a mesma receita. E assim sucessivamente. Defende o livro que esta técnica resulta com crianças até aos 3 anos e as ajuda a ter um sono mais tranquilo. Vale o que vale. No caso do Gonçalo resultou. E são raras as noites em que ele tem dificuldade em dormir.

Mondim de Basto – A ecopista

EcoMondim by HContadas

Prometo que este é o último post sobre Mondim e sobre as nossas férias. Mas, não podia deixar de fazer referência aquilo que motivou a nossa ida lá: a Ecopista do Tâmega, antiga Linha de Caminho de Ferro do Vale do Tâmega. São 40 quilómetros de pista, mais ou menos plana, e outros tantos de vista de cortar a respiração. Como só levámos as bicicletas dos filhotes, apenas demos um passeio a pé, mas fica a vontade de regressar e pedalar por ali.  

Ecomondim01 by HContadas
EcoMondim02 by HContadas
EcoMondim03 by HContadas
EcoMondim05 by HContadasEcoMondim08 by HContadasEcoMondim04 by HContadasEcoMondim06 by HContadas

EcoMondim07 by HContadas

Não se esqueçam que está a decorrer o Passatempo Tales in Details no Histórias Contadas. Aproveitem o fim-de-semana e contem-nos a vossa história de amizade ♥

Mondim de Basto – Parte II

Sr.Graça02 by HContadas
Sr.Graça01 by HContadas

Piocas01 by HContadas
Piocas02 by HContadas

NearMondim01 by HContadas
NearMondim02 by HContadas

Mas Mondim é muito mais do que uma Vila pitoresca. A escassos quilómetros, no topo do Monte Farinha, a venerada ermida de Nossa Senhora da Graça. Local de romaria e de descanso para os ciclitas (aqueles que têm pernas para subir os 1000 m de altitude do monte). Dali seguimos para as Fisgas de Ermelo, mas os fogos florestais não nos deixaram continuar na direcção do Parque Natural do Alvão e acabámos por ficar a meio percurso, nas Piocas. Tinham-nos avisado que chegar lá abaixo era difícil, principalmente com crianças pequenas, mas os nossos filhotes são valentes e arriscámos. Ainda bem que o fizemos! No meio da paisagem rochosa, vindo do alto da montanha, corre um riacho que, de tempos a tempos, descansa suas águas, límpidas e cristalinas, em piscinas naturais. (Que maravilha!) Pelo caminho, as aldeias da montanha, o gado maronês e a Tasquinha d'Alice onde acabámos por almoçar, já há hora do lanche, e onde se come a melhor alheira de que há memória. Ao final da tarde o regresso a Mondim e a visita à praia fluvial nas margens do Rio Tâmega.

MondimBeach01 by HContadas
MondimBeach02 by HContadas
MondimBeach04 by HContadas
MondimBeach03 by HContadas
MondimBeach05 by HContadas
MondimBeach06 by HContadas

About me

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Histórias Contadas no Bloglovin

Follow on Bloglovin

Histórias Contadas no facebook

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D